FRASES DA AUTORA

“O LUTO e o NASCIMENTO são acontecimentos que unem verdadeiramente as pessoas. (TODOS IRÃO ENFRENTAR MAIS CEDO OU MAIS TARDE). A morte e o nascimento são fatos encantadores que sempre serão grandes mistérios da humanidade. Não sabemos o que vamos encontrar do lado de lá e quando voltamos também não nos lembramos de nada. Não devemos ver com maus olhos a SENHORA MORTE, em todo seu mistério, em todo o pavor que nos causa tem um brilhantismo. Sempre saímos da devastação causada pela PERDA com um ensinamento: Viva se queira viver, mas sempre com a certeza de que há algo do outro lado.”  Lina Stefanie

“Mais um dia e a vida passa… A vida passa deixando marcas, levando pessoas, deixando lembranças e saudades. A vida passa mas algo sempre fica, as marcas das experiências permanecem intactas em nossas almas, marcas estas que nos modificam e nos fazem crescer, esquecer a infância, deixar a criança adormecida e trazer à tona o adulto para viver a REALIDADE, aí descobrimos que a tal REALIDADE nem sempre é boa. Cabe a nós ou ao destino tornar a SOBREVIVÊNCIA suportável, fazer amigos, fazer amores e o resto é vida que se vai, seguindo o ritmo natural do viver. ” Lina Stefanie

“Esta é a liberdade que quero sentir. O vento batendo no rosto. Sem medo do que possa acontecer no futuro, sem pensar em nada, apenas SENTIR. Sentir cada sensação em sua forma distinta. Cada sentimento que causa uma reação em meu corpo. Aproveitando tudo que este mundo ainda possa me oferecer.” Lina Stefanie

“A sociedade não compreende e não aceita que todo mundo tem o direito de vez ou outra ficar triste, vez ou outra deixar verter lágrimas pelo rosto já cansado da vida. A tristeza em si não é má, ela surge como um turbilhão dentro do peito e às vezes recebe o nome de saudade, vem rasgando tudo por dentro como punhal de corte cego, desatina como ferimento à bala, explode numa tempestade de lágrimas e depois passa como chuva passageira e a dor fica amena, quase palpável. A tristeza deve ser permitida, aceita e compreendida. ÀS vezes apenas queremos ficar TRISTES e apalpar nossa DOR. Fosse eu RAINHA do mundo baixaria um decreto: Todos estão permitidos a serem tristes o tempo que queiram, que vertam lágrimas ou apenas se entristeçam fazendo com que o VIVER  e o CONVIVER seja suportável.”  Lina Stefanie

“Tudo que preciso agora é sentir a brisa leve de uma tarde de calor, com apenas um tecido leve e diáfano cobrindo meu corpo, os cabelos ao vento e os pés descalços correndo livres pelos campos dourados de trigo. Sem amarras e sem ressentimentos deixando para trás todas as pessoas egoístas, frias e materialistas deste mundo insano. Isto não é um convite e sim, uma ordem.” Lina Stefanie

“Acima da dor que me assola só o seu amor me consola.” Lina Stefanie

“A felicidade faz transcender a nossa beleza interior ressaltando a beleza física.” Lina Stefanie

“A todos aqueles que eu mal conheço, aqueles que passam na rua sem ao menos dar um bom dia, aqueles que fazem a diferença em minha vida ou que tanto faz estarem vivos, desejo uma bela jornada e que Deus sempre esteja presente em suas vidas, que todas as forças da natureza ajam a favor de seus benefícios. A natureza é sábia e DEUS se mostra a todo instante através dela, nos mostrando o caminho, nos guiando silenciosamente para o futuro.” Lina Stefanie

“Às vezes encontramos nosso cantinho, arrumamos à nossa maneira, transformamos, encantamos as pessoas que nos rodeiam com nosso jeito verdadeiro de ser e tudo fica com a nossa cara, cada canto, cada móvel, cada riso, cada momento ganha nossa personalidade, tudo nos remete à lembranças boas. Mas o destino é cruel e nos surpreende, por força maior somos obrigados a abandonar tudo e deixar pra trás tudo que criamos juntos com aqueles que nos ama, simplesmente somos forçados a partir e deixar que outros tomem nosso lugar e apenas ganhem os louros daquilo tudo que construímos.” Lina Stefanie

“No campo de batalha da vida todos os dias enfrentamos nossos medos, anseios e vontades não correspondidas. Às vezes vencemos todos e às vezes levantamos o lenço branco.” Lina Stefanie

“Quando você pensa que já viu e já sentiu de tudo nesta vida, chega o acaso e mostra que você ainda não viu nada.” Lina Stefanie

“As pessoas são muito preconceituosas. O que há de errado em simpatizar com a morte se ela é apenas uma passagem para um plano superior, perfeito, diferente deste mundo insano e pútrido que vivemos aqui?” Lina Stefanie

“Ser triste é diferente de ESTAR triste. As pessoas comuns não aceitam sua tristeza porque na verdade não te aceitam entre elas por se considerarem melhores que você. Falam enquanto o que deveriam fazer é apenas se calar e deixar que você viva da forma que escolheu ou que a vida lhe impôs. Ser triste é ser melhor que os demais, é enxergar o que os COMUNS não veem, ser triste é contemplar o mundo no que há de mais belo a ser contemplado. Ser triste é acreditar na morte como fuga de um mundo cruel e insalubre. Tudo isso aqui é uma grande MENTIRA! Mentira esta que forçaram a vivenciar.” Lina Stefanie

“As pessoas costumam apregoar fidelidade, amizade, compaixão, quando tudo o que deveriam fazer é apenas SER aquilo que afirmam todo tempo com as mãos sobre a bíblia.” Lina Stefanie

“Peça-me para explicar qualquer coisa, a teoria da evolução, o azul do céu, o brilho das estrelas, o calor do sol, mas não me peçam para explicar este vazio aqui dentro, esta dor no peito, a falta de sono. É como se você carregasse um peso imenso, uma dor que vem de séculos, um anseio que não tem fim. Mas em tudo não é ruim, te faz refletir mais sobre todas as verdades, te faz vivenciar a vida ao fundo.” Lina Stefanie

“Cantos gregorianos ecoando em minha mente e me carregando suavemente para o caminho da serenidade eterna.” Lina Stefanie

 


Anúncios

Sobre Lina Stefanie

Formada em Letras com licenciatura em Inglês, Professora, nascida em São Lourenço da Serra, São paulo, Lina Stefanie alimenta desde a tenra idade o amor pelo lado sobrenatural da vida. Amante das estórias de terror e suspense, tem como ídolos da literatura fantástica mestres como Stephen King, Anne Rice e Lygia Fagundes Telles. Publicou em três Antologias de Fantasia: Caminhos do Medo (Editora Andross), Amores Impossíveis (Editora Andross) e Vírus Z (Editora Navras), publicou seu primeiro Romance no ano de 2016 através do Clube de Autores.
Esse post foi publicado em Contos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s